Jardim Azul

oficina de cianotipia

DATA
regressa na primavera de 2021
HORÁRIO
10:30 - 14:30
VAGAS
4
DISPONÍVEIS
4

€40

Em meados do século XIX nascia o primeiro livro ilustrado totalmente através de um processo fotográfico. Chamava-se Photographs of British Algae (“fotografias de algas britânicas”), tratava-se de um livro de ilustração científica, e foi produzido por Anna Atkins, uma das pioneiras da fotografia, usando a cianotipia*. Hoje, olhando para os contornos das algas recortados sobre o fundo azul reconhecemos qualidades plásticas a essas imagens que vão muito para além da precisão da reprodução dos exemplares botânicos.

Nesta oficina, os participantes deambularão pelo novo Parque Ribeirinho Oriente, para depois criarem um registo não científico, mas emocional, dos objetos que encontraram, fixando através da cianotipia os seus contornos, como um pequeno tributo à obra visionária de Anna Atkins.

Materiais (consumíveis e didáticos) incluídos.

*A cianotipia é um processo de impressão fotográfica descoberto por Sir John Herschel em 1842, apenas 3 anos após o anúncio “oficial” da descoberta da fotografia. É feita à base de sais de ferro e produz imagens permanentes numa elegante variação de matizes azuis.

OUTRAS OFICINAS