VanDyck Brown

oficina de processos alternativos

DATA
5 de dezembro
HORÁRIO
9:30 - 13:00
VAGAS
4
DISPONÍVEIS
2

€40

Conhecida inicialmente simplesmente como impressão a sépia, esta técnica foi inventada nos finais do século XIX, e foi rebatizada como “Castanho Van Dyck” devido às semelhanças entre a riqueza dos castanhos que produz com a cor do pigmento do mesmo nome, ambos inspirados na paleta do mestre da pintura flamenga, Anton Van Dyck. Baseia-se na sensibilidade à luz dos sais de ferro, mas usa a prata como elemento que lhe dá a sua cor característica.

Apesar de não ter tido a importância histórica de outras técnicas, este é um processo relativamente simples, que pode ser aplicado em vários suportes, permitindo uma versatilidade que não se encontra noutros processos da época com aspetos plásticos semelhantes.

A oficina inclui uma introdução histórica e técnica ao processo Van Dyck Brown, a aprendizagem da produção de negativos digitais, a sensibilização dos suportes, exposição à luz UV e processamento da impressão.

Materiais (consumíveis e didáticos) incluídos.

OUTRAS OFICINAS